Mobilidade para quê?

Valentino Rossi aposta na mobilidade elétrica

VR46, empresa do piloto italiano, cria divisão de e-Mobility e oferece duas patinetes elétricas e um hoverboard; scooter elétrico urbano deve ser apresentado futuramente

2 minutos, 17 segundos de leitura

02/06/2021

Por: Arthur Caldeira

KD1 é patinete elétrica para adolescentes; modelo tem autonomia para 15 quilômetros e chega a 20 km/h. Fotos: Divulgação/VR46

Valentino Rossi é um dos pilotos mais vencedores da MotoGP, com nove títulos mundiais, e um dos mais populares do mundo. Embora ainda em atuação pela equipe Petronas Yamaha, Rossi já é um veterano das pistas, com 42 anos, e se dedica também aos negócios da VR46, sua empresa, que agora também vai apostar na mobilidade elétrica.

A VR46 uniu-se à MT Distribution, empresa líder na área da e-mobilidade na Itália, para criar a VR46 e-mobility e desenvolver uma linha de veículos elétricos de micromobilidade para toda a família.

Os primeiros modelos são voltados para crianças e adolescentes, com patinetes elétricas, hoverboards e até uma bicicleta elétrica de equilíbrio pensada para os mais novos. Futuramente, o line-up deverá incluir também uma scooter elétrica de rua voltada para o público mais adulto.

Os modelos

Os três primeiros produtos a serem lançados representam o caráter jovem da linha, identificado nos símbolos que fizeram a história e a lenda de Valentino Rossi, como o inconfundível número 46, as cores azul e amarelo fluorescente e o logotipo multicolorido “O DOUTOR “, como foi apelidado nas pistas pela sua precisão cirúrgica.

OFERTAS 0KM
Kiddy é patinete elétrica para os mais novos fãs de Rossi

A patinete elétrica KD1 foi projetada para crianças e jovens entre 10 e 16 anos. Compacto e leve, a patinete possui motor de 250W e bateria de 216Wh garantindo autonomia de até 15 quilômetros, em três níveis de velocidade e até no máximo 20km/h, como determina a legislação europeia desses tipo de veículo. A roda dianteira de 8″ usa pneu com câmara de ar e tem até suspensão para ajudar a absorver as irregularidades do asfalto.

Já o KIDDY, por outro lado, não é apenas um brinquedo, mas também a primeira patinete elétrica para os mais novos (idade recomendada de 6 a 10 anos) crescerem inspirados no mito de Rossi. A velocidade máxima é de 12 km/h e com uma desaceleração gradual, mas imediata, bastando soltar o acelerador ou puxar o freio.

FUN é hoverboard para se divertir ou se locomover

Já o hoverboard FUN é um “brinquedo”, recomendado para crianças e adolescentes dos 6 aos 14 anos. O caminho para a diversão ilumina-se graças às luzes de LED laterais, de forma autônoma até um máximo de 10km/h (variável de acordo com o peso do usuário).

Os modelos KD1, KIDDY e FUN já estão disponíveis nas lojas de eletrônicos e nas principais lojas online italianas. Prova de que até Rossi um dos maiores pilotos de motovelocidade do mundo está apostando na mobilidade elétrica.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login