Na Perifa

Sistema de cotas: as políticas de inclusão ajudam a combater injustiças sociais?

No podcast, cientista político fala da importância dos mecanismos que criam oportunidades e reduzem desigualdades

1 minuto, 1 segundo de leitura

21/12/2021

Por: Estadão Expresso

Por que as políticas de cotas raciais, sociais, de gênero e deficiência são importantes? Imagem ilustrativa: Getty Images

O sistema de cotas, adotado como política pública e na iniciativa privada, é uma ação afirmativa para diminuir injustiças sociais. As primeiras reivindicações e implementações de cotas surgiram na década de 1960 nos Estados Unidos. Elas evidenciavam e combatiam a desigualdade entre brancos e negros. Seu alcance atualmente extrapola questões raciais e econômicas — gênero e deficiência física também estão na pauta das iniciativas de inclusão e diversidade.

No Brasil, atualmente, cotas sociais, raciais e por deficiência física são realidade (e motivos de debate). Elas têm legislações específicas e cada uma compreende uma população historicamente negligenciada. Gente que vive à margem da sociedade e em franca desvantagem no acesso a direitos e oportunidades.

Para aprofundar o assunto e entender melhor os mecanismos das políticas de cotas, neste episódio do Expresso na Perifa o radialista Artur dos Anjos conversa com o cientista político Lucas Nascimento, morador de Osasco, na Grande São Paulo.

Podcast Estadão Expresso na Perifa

Pauta, coordenação e direção: Lucas Veloso
Reportagem, apresentação e edição: Artur dos Anjos
Locução de abertura e encerramento: Viviane Zandonadi

 

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login