Voltar
Meios de transporte

Conectividade é a nova revolução

Montadoras desenvolvem veículos cada vez mais inteligentes e que parecem smartphones sobre rodas

Mário Sérgio Venditti

28/05/2020 - 2 minutos, 20 segundos


Chevrolet-Wi-Fi
OnStar, sistema de telemática avançado que faz o monitoramento do Onix, além de disponibilizar serviços de emergência, segurança e concierge. Foto: Fabio Gonzales

A definição de que os automóveis estão se tornando cada vez mais smartphones sobre rodas nunca foi tão verdadeira como agora. As fabricantes buscam na tecnologia meios para tornar as centrais multimídia – e outros dispositivos dos carros – uma extensão do próprio celular e, por que não?, do ambiente de trabalho do usuário, deixando sua vida a bordo mais cômoda e prática.

Leia mais:
Inovações das marcas determinam a compra
A tecnologia é o sucesso da logística

Antes, itens como design, vidros elétricos, ar-condicionado e potência do motor pesavam muito na escolha do veículo. Atualmente, as montadoras são unânimes em afirmar que a conectividade já é um fator de compra preponderante e quem não oferecer veículos inteligentes está condenado a perder espaço no mercado brasileiro.

Inscreva-se no Summit Mobilidade 2020, que acontece em 12 de agosto.

Pioneira

A General Motors foi uma das primeiras a perceber essa tendência quando, em 2012, lançou o Chevrolet Onix com o conceito de tela, precursor da central multimídia Mylink.

Chevrolet Onix Plus. Foto: Divulgação.

“Em vez de um rádio comum, surpreendemos o consumidor com um aparelho com tela em um modelo de entrada”, afirma Rodrigo Fioco, diretor de marketing de produto da GM América do Sul. A partir disso, a GM não parou mais de investigar novas tecnologias.

Recursos como entrada USB, conexão Bluetooth e pareamento com telefones celulares vieram em seguida, dando continuidade a uma revolução digital em marcha. “A grande mudança de percepção do usuário sobre o automóvel é a evolução da conectividade”, diz Fioco.

Wi-fi nativo

De olho nessa revolução, a fabricante deu dois passos importantes nos últimos anos. O primeiro aconteceu em 2015, com o lançamento do OnStar, sistema de telemática avançado que faz todo o monitoramento do carro, além de disponibilizar serviços de emergência, segurança e concierge.

Com ele, o motorista obtém um raio X das condições do veículo, como o estado da bateria, e se está na hora de fazer a revisão. Também é capaz de pedir a localização de restaurantes, hotéis ou postos de combustível mais próximos.

Segurança

Em caso de acidente com acionamento de air bags, a central do OnStar imediatamente entra em contato com o motorista e, se necessário, e encaminha socorro para o local.

O segundo passo para ter produtos mais inteligentes foi dado no ano passado. A GM começou a oferecer wi-fi nativo em modelos como Onix, Onix Plus e Cruze.

O dispositivo faz parte da arquitetura eletrônica dos carros e proporciona conexão para até sete aparelhos simultaneamente e com sinal estável e potente. “O wi-fi funciona em um raio de até 15 metros de distância”, garante Fioco.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login