Meios de transporte

Venda de motos cresce 5,5% em julho; setor acumula alta de 44% no ano

Mercado de motocicletas continua aquecido e distribuidores projetam fechar 2021 com crescimento de 16,2% em relação ao ano passado

1 minuto, 29 segundos de leitura

05/08/2021

Por: Arthur Caldeira

consumidor-olha-scooter-em-concessionária
No mês passado, foram emplacadas 115.586 unidades. Foto: Divulgação/Honda

O mercado continua aquecido e a venda de motos se mantém em alta neste ano. Em julho, foram emplacadas 112.586 unidades, de acordo com levantamento da Fenabrave, federação que reúne os distribuidores de veículos do Brasil. O número representa crescimento de 5,50% na comparação com junho, quando foram vendidas 106.716 motos.

“O resultado do mês de julho só não foi melhor pela falta de produtos. Mas, notamos que a demanda permanece alta e os emplacamentos de motocicletas continuam em plena recuperação, já que elas estão consolidadas como veículos de transporte de pessoas e de cargas expressas”, explicou o Presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr.

No acumulado do ano, ou seja, entre janeiro e julho, o resultado é ainda melhor quando comparado ao mesmo período de 2020. Nos sete primeiros meses deste ano, as vendas atingiram 629.937 unidades – alta de 44,67% em relação ao ano passado.

Segundo a Fenabrave, o mercado de motocicletas também é impulsionado pela boa oferta de crédito, com aprovação média de 4,8 propostas para cada 10 enviadas aos agentes financeiros. Porém, assim como acontece com os automóveis, as fábricas de motocicletas também enfrentam problemas na obtenção de peças e componentes para regularizar sua produção, frente à alta demanda.

OFERTAS 0KM

Vendas devem superar 1 milhão

Os resultados até julho e a falta de alguns componentes para a produção em Manaus (AM), onde se concentram as fábricas do setor de duas rodas, fez com que os distribuidores mantivessem a projeção para o fechamento do ano de 2021.

De acordo com a entidade, a venda de motos deve superar 1 milhão de unidades até dezembro e chegar a 1.063.810 motocicletas. Se confirmada, a projeção vai representar crescimento de 16,2% em relação a 2020.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login