Mobilidade para quê?

Carona é a melhor opção para economizar tempo e dinheiro

Um lugar a mais ocupado no carro é um carro a menos na rua e com a vantagem de divisão do custo

3 minutos, 46 segundos de leitura

13/01/2022

Carona é a melhor opção para economizar tempo e dinheiro
Foto: Getty Images

Não é novidade para ninguém que o preço da gasolina está alto. Desde o início de 2021 os combustíveis acumulam altas expressivas. E com a retomada gradual ao trabalho presencial, os motoristas têm sofrido com os gastos em transporte. A reabertura do comércio e das atividades fora de casa também fez com o que o trânsito, nas principais capitais, voltasse aos patamares pré-pandemia ou até superasse o período.

Por conta disso, uma alternativa, que não é novidade, mas que deixou de ser utilizada durante a pandemia, volta a ser uma opção para redução de custo: a carona. A maioria dos carros que se desloca nos horários de pico, em direção ao trabalho, são ocupados apenas por uma pessoa, mesmo tendo capacidade para cinco. Um lugar a mais ocupado no carro é um carro a menos na rua e com a vantagem de divisão do custo. 

Mesmo quem está em trabalho híbrido pode oferecer ou solicitar carona nos dias que vai ao escritório, fábrica ou afins. Estamos falando do modelo de economia compartilhada que, cada vez mais, ganha espaço entre os brasileiros. Por décadas, a cultura do carro foi predominante em toda a América Latina. Ter carro foi símbolo de status, seja pela posse em si ou por aspectos emocionais relacionados à liberdade de ir e vir.

Nos últimos anos, no entanto, houve uma mudança paradigmática dos jovens da Geração Y e, principalmente, da Z, que começaram a questionar a necessidade do carro. Por fatores variados: acesso à locomoção fácil via carros compartilhados, o preço para se ter habilitação ou comprar um carro e até a decisão sustentável de buscar novos modais de transporte

Por conta dessa geração, nós teremos menos pessoas com um ou mais carros. E teremos mais pessoas utilizando diferentes tipos de modais para se locomover, principalmente, usando serviços com valor agregado – seja pela qualidade de vida, pelo meio ambiente ou pela socialização e também com menor custo. Um exemplo que gosto de compartilhar é de um dos principais hospitais de São Paulo que incentivou seus colaboradores a oferecerem carona em setembro de 2021. Em três semanas, mais de 650 colaboradores se cadastraram e, aproximadamente, 150 viagens foram realizadas durante esse período. 

Nesse sentido a carona também passa a ser uma opção aos condutores pela alta dos combustíveis – já que se trata de uma iniciativa que conecta pessoas que têm rotas e horários parecidos em seus trajetos, com objetivo de tornar o uso do carro mais eficiente. Assim, o motorista recebe uma ajuda de custo e o passageiro evita a aglomeração dos transportes públicos.

Resumidamente, listei abaixo os principais benefícios em dar e receber carona:

Diminuir gastos: quem oferece carona, geralmente, recebe uma ajuda de custo dos passageiros, que auxiliam nos gastos com combustível e manutenção do automóvel. 

Reduzir o trânsito: uma pessoa a mais no carro é um carro a menos nas ruas. Que tal imaginarmos a cidade onde vivemos com a metade do número de carros? Menos trânsito resulta em mais qualidade de vida para as pessoas e menos poluição no meio ambiente. Se cada um fizer a sua parte, é possível melhorar esse cenário.

Companhia: a média de motoristas por carro nos horários de ida e volta aos trabalhos e universidades é menor do que duas pessoas por veículo. Isso significa que a maioria das pessoas vai e volta sozinha, muitas vezes passando horas por dia na solidão. 

Segurança: uma pesquisa realizada pela UFPR e o Observatório Nacional de Segurança Viária, mostrou que condutores que dirigem sozinhos usam 160% por mais tempo o celular enquanto dirigem e com 35% mais frequência do que condutores que dão carona. Lembrando que o uso do celular é a segunda maior causa de acidentes de trânsito. Além disso, condutores que dirigem sozinho excedem o limite de velocidade 27% mais vezes do que condutores que dão carona.

Integração: buscar caronas com pessoas do trabalho de áreas diferentes é uma forma de interagir com colegas e expandir o relacionamento entre áreas. 

Ajudar o meio-ambiente: reciclar, reutilizar e repensar. Aproveitar os veículos no máximo de sua capacidade de pessoas ajuda a diminuir a pegada de carbono no meio ambiente.

Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião do Estadão

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login