Voltar
Meios de transporte

Harley-Davidson apresenta série especial para homenagear motos icônicas

Coleção “Ícones” vai buscar inspiração em modelos que ajudaram a escrever a história da centenária marca norte-americana; motos não devem vir ao Brasil

Arthur Caldeira

02/05/2021 - 2 minutos, 16 segundos


Primeira moto da série é a Electra Glide Revival que homenageia modelo de 1969. Fotos: Divulgação/Harley-Davidson

Leia mais:
Scooter Kymco AK550 chega no final do ano às lojas
Triumph Rocket 3 R é moto de série com maior motor do mundo; conheça
Suzuki cria salão virtual de motos para apresentar novidades 2021

A Harley-Davidson apresentou uma série especial de motos para homenagear ícones em duas rodas que fizeram a história da centenária marca norte-americana. Batizada de “Collection Icons” (Coleção Ícones, em português), a série terá apenas dois modelos lançados anualmente e produção limitada.

De acordo com a Harley-Davidson, a produção destes ícones nunca será retomada ou repetida. Além de cada exemplar da coleção ícones ser numerado, o comprador receberá um certificado de autenticidade do modelo.

O primeiro modelo da série é a Electra Glide Revival, inspirada na Electra Glide de 1969. Serão produzidas apenas 1.500 unidades da moto, que chega às lojas norte-americanas em breve com preço sugerido de U$ 29.199, ou seja, cerca de R$ 160 mil. A má notícia é que não há previsão – e não parece haver intenção – de trazer os modelos da coleção ícones para o Brasil, segundo a assessoria de imprensa da Harley-Davidson no País.

Electra Glide Revival tem até pneu faixa branca

O ano não foi escolhido ao acaso: somente em 1969 a Harley passou a oferecer a carenagem batwing e as malas laterais rígidas como acessórios originais de fábrica. Feitas em fibra de vidro, ambas foram incorporadas aos modelos de série, e a carenagem que lembra o formato das asas de um morcego tornou-se quase uma marca registrada das motos de turismo da marca.

OFERTAS 0KM
moto_na_estrada
Pneu faixa branca, banco sela e cromados compõem o visual clássico da Electra Glide Revival

Foi essa a justificativa da Harley para a Electra Glide Revival homenagear o modelo daquele ano ao invés da pioneira, lançada em 1956, como a primeira moto da marca com partida elétrica – daí seu nome, Electra Glide.

As cores azul e preta, com uma linha branca, as carenagens brancas e a profusão de detalhes cromados foram herdados do modelo de 1969. As rodas raiadas com pneus de faixa branca ressaltam ainda mais o visual nostálgico desse ícone em duas rodas.

Carenagem asa de morcego passou a ser acessório de fábrica em 1969

Vale destacar ainda o banco em forma de sela, fixado a um amortecedor. Mais que um acessório de época, o detalhe também tem sua função de ampliar o conforto do piloto em longas viagens, garante a Harley.

Apesar do visual clássico dos anos de 1960, a Electra Glide Revival traz tecnologia moderna. Além de diversos controles eletrônicos de assistência ao piloto, o motor de dois cilindros em “V” Milwaukee Eight 114 é o mais moderno produzido pela fábrica. Com 1.868 cm³ (114 polegadas cúbicas), produz 98 cv de potência máxima e 16,3 kgf.m de torque.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login