Voltar

Conteúdo original Summit Mobilidade 2020

Mobilidade para quê?

Imprudência é principal causa de acidentes de trânsito no Brasil

Não respeito às regras e falta de atenção são responsáveis por 53% dos acidentes no País

18/03/2020 - 2 minutos, 3 segundos


nao-respeito-as-regras-e-falta-de-atencao-sao-responsaveis-por-mais-da-metade-das-mortes-no-transito

Os acidentes no trânsito, principalmente em rodovias federais, têm números altos no Brasil. Um estudo realizado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação mostrou que em 53,7% dos acidentes a causa é a imprudência dos motoristas. Destes, 30,3% ocorrem por infração das leis de trânsito, enquanto 23,4% indicam falta de atenção do condutor. A “falha humana”, portanto, é a principal causa dos acidentes nas estradas e ruas brasileiras.

Leia mais:
Pandemia silenciosa assola o Brasil por mais de duas décadas
Problemas de saúde causaram 280 mil acidentes desde 2014
Notícia no Seu Tempo Mês da Mobilidade #25: Mortes no trânsito

A taxa de desrespeito às regras no trânsito indica, em números brutos, 23 mil mortes entre 2007 e 2016. Além disso, a falta de atenção causou 15 mil vítimas fatais e deixou 276 mil feridos no mesmo período.

Imprudência é principal causa de acidentes de trânsito no Brasil
(Fonte: Shutterstock)

Principais causas de acidentes

Existem outros fatores que devem ser considerados nessa situação. De acordo com a Associação de Entidades Oficiais da Reparação de Veículos do Brasil (Sindirepa), as falhas mecânicas podem contribuir com os acidentes. Pesquisas mostraram que 47% dos automóveis envolvidos em acidentes apresentaram algum tipo de problema.

Ainda há o fato de as rodovias federais não oferecerem condições ideais em toda sua extensão, o que inclui buracos na pista, má sinalização ou falta dela etc. Outros comportamentos, como falta de atenção, velocidade excessiva, ultrapassagem indevida e embriaguez, estão no topo da lista dos maiores causadores de mortes no trânsito. De acordo com dados do Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro, entre 2007 e 2018 foram registradas 19.611 mortes por falta de atenção; 10.713 por excesso de velocidade; 7.103 por ultrapassagem indevida; e 4.512 por embriaguez.

Imprudência é principal causa de acidentes de trânsito no Brasil
(Fonte: Shutterstock)

A educação no trânsito é mais que importante

De acordo com Flávio Freitas, da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), se as regras de trânsito fossem respeitadas, seria possível reduzir os acidentes. Atitudes simples já ajudariam, como usar o cinto de segurança, controlar a velocidade e ter maior atenção ao dirigir.

Freitas defende que a qualidade na formação dos motoristas no Brasil é baixa: “Fizemos um estudo de como são formados nossos motoristas e chegamos à conclusão de que não temos uma formação, mas sim de que somos adestrados a tirar a habilitação. Decoramos placas de trânsito sem saber que atitude devemos ter diante dessa sinalização. Outra coisa que notamos é que não havia nenhum vínculo entre a aula teórica e a prática”.

Fontes: Ministério da Infraestrutura; Atlas de acidentalidade no transporte brasileiro

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login