Buscando sugestões para:


Patrocinados

Sustentabilidade: da teoria à prática  

Evento, que será realizado no Memorial da América Latina, em São Paulo, tem como meta ser zero carbono e zero resíduo

3 minutos, 44 segundos de leitura

15/06/2022

Por: Daniela Saragiotto

O evento contará com copos reutilizáveis como estratégia para evitar resíduos. Foto: Divulgação Meu Copo Eco

Promover a mobilidade urbana sustentável, inclusiva e disruptiva é o propósito do Parque da Mobilidade Urbana (PMU), evento que acontece entre os dias 23 e 25 de junho no Memorial da América Latina, na capital paulista, e é resultado da parceria entre o Connected Smart Cities & Mobility e o Mobilidade Estadão. “Sustentabilidade é um dos pilares do PMU, e o evento não só proporcionará espaço para discussão desse tema como promoverá iniciativas sustentáveis em toda a sua organização”, diz Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do PMU. Diversas ações estão sendo preparadas nesse sentido, com o desafio de realizar um evento zero carbono e zero resíduo.

Em relação ao descarte dos resíduos, uma das ações é a parceria firmada com a Meu Copo Eco, empresa que promove o uso de copos reutilizáveis, diminuindo ou evitando os descartáveis, em eventos. Os visitantes poderão levar suas próprias garrafas, preferencialmente não descartáveis, mas também haverá um estande como ponto de venda ou locação de copos – e porta-copos – pelo valor simbólico de R$ 5.

Se, no final do evento, o visitante quiser devolver os objetos, também será ressarcido do valor caução. “Faremos, também, uma campanha sobre a importância de não utilizarmos copos e garrafas de plástico ou descartáveis”, explica Faria.

Outra atração acontece no estande da Enel X, uma das patrocinadoras do Parque da Mobilidade Urbana. Lá, haverá um mockup de ônibus elétrico instagramável, fomentando o uso dessa tecnologia limpa no transporte público, que estará disponível para uma ação promocional em que o visitante poderá ganhar um copo personalizado com a logomarca da empresa.

Zero emissão

O PMU também fará um inventário das emissões de dióxido de carbono (CO2) durante os três dias do evento e, posteriormente, fará a compensação do total emitido. “A neutralização de emissões de CO2 será feita por meio de créditos de carbono (RCE). Portanto, a cada tonelada de CO2 não emitida na atmosfera ou reduzida gera-se um crédito de carbono que pode ser comercializado no mercado”, explica a idealizadora do evento. São exemplos de emissões a serem neutralizadas as produzidas pelo uso de veículos da organização e dos participantes, as viagens aéreas, a energia consumida no espaço e os resíduos gerados durante o evento, entre outros. No final, haverá a prestação de contas, com a divulgação de dados e informações transparentes sobre o inventário de emissões.

O PMU também fomenta a sustentabilidade quando incentiva que os participantes utilizem modais ativos para irem ao evento. “É o que estamos fazendo na ação com as bicicletas, em que grupos se encontram em pontos da cidade e seguem para o Memorial da América Latina”, completa a idealizadora do evento.

Discussões relevantes

Entre os especialistas à frente da conferência, presentes nos diversos painéis de discussão, estarão a Transformative Urban Mobility Initiative (Tumi) e o just transition no Brasil – conjunto de políticas e ações desenvolvidas por diversos movimentos sindicais que, por meio de intervenções sociais, visam garantir os direitos dos trabalhadores e os meios de subsistência. A Tumi abordará o papel da mobilidade elétrica nessa just transition e como o Brasil se coloca nessa transição global. Também irá abordar as metas de emissões dos municípios, que refletem o processo de transição e como a Tumi está apoiando essas cidades a avançarem para a transição da frota elétrica, um passo essencial em direção à mobilidade sustentável.

Experiência intermodal

No sábado 25 de junho, serão realizados os Roteiros dos Bondes (aglomerados de ciclistas) para quem estiver pela vizinhança das estações República e Anhangabaú, do metrô. O visitante pode se encontrar com um dos Bondes e continuar da estação até o trecho final, no Memorial da América Latina. Serão duas saídas, uma pela manhã, às 9h, com previsão de chegada ao Memorial às 10h, e outra à tarde, às 14h, com previsão de chegada às 15h. Os Bondes terão coordenação e monitoria das “anjas”, da Bike Anjo, mas a participação é aberta ao público de todos os gêneros. Confira os trajetos pelo site do PMU.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login