Voltar

Conteúdo original Jornal do Carro

Mobilidade para quê?

Scooter Kymco AK550 chega no final do ano às lojas

Scooter vem para brigar com Honda X-ADV e Suzuki Burgman 650. Preço de R$ 44.900 anunciado no Salão Duas Rodas 2019 pode ser alterado

José Leme

12/08/2020 - 1 minuto, 18 segundos


Modelo tem motor de dois cilindros, 550 cm³ e 51 cv de potência. Foto: Divulgação

Leia mais:
Yamaha MT-03 2021 evolui e já está no Brasil
Haojue venderá duas novas motos de 150 cc no Brasil
Startup quer dar “choque” no mercado de duas rodas com veículos elétricos

A Kymco vai lançar no Brasil o scooter AK550, que estava no Salão Duas Rodas 2019. O modelo deve chegar às lojas até o final do ano e será produzido em Manaus. O maxiscooter vai brigar com Honda X-ADV e Suzuki Burgman 650 Executive. A fabricante taiwanesa, especializada em scooters, é representada no País pelo grupo J. Toledo, o mesmo da Suzuki.

Os modelos rivais custam R$ 63.500 e R$ 59.950, respectivamente. No Salão Duas Rodas 2019, em novembro do ano passado, o AK550 foi anunciado com preço de R$ 44.900. A questão é que as condições do câmbio do dólar eram diferentes. Portanto, é praticamente certo que o preço deverá ser alterado.

AK500 tem chave presencial

Ele chega com motor dois cilindros de 550 cm³ que rende 51 cv a 7.500 rpm e 5,6 mkgf a 5.500 rpm. O câmbio, como nos demais scooters, é do tipo automático CVT. Como é um modelo de luxo e de capacidade cúbica elevada, traz freios a disco duplo na dianteira e simples atrás com ABS. Na dianteira a suspensão é invertida, como em motos esportivas, para dar mais estabilidade.

OFERTAS 0KM

O AK550 oferece espaço para guardar coisas sob o banco e também atrás do escudo, em pequenos porta-objetos. O painel é digital. Ele oferece ainda partida por botão com chave presencial (Keyless), iluminação de LEDs, dois modos de pilotagem e aquecedor de manopla. Há ainda tomada 12V para recarregar dispositivos como um smartphone, por exemplo.

Maxiscooter vem também com dois modos de pilotagem e aquecedor de manopla. Foto: José Antonio Leme/Estadão

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login