Patrocinados

Novos caminhões 100% elétricos têm condições de compra facilitadas no consórcio

Parceira da Volkswagen oferece parcelas a partir de R$ 9.814,35 em planos de 80 meses

3 minutos, 28 segundos de leitura

27/10/2021

Por: Volkswagen Caminhões e Ônibus, Estadão Blue Studio

e-Delivery possui condições especiais para compra. Foto: Marco Ankosqui/Estadão Blue Studio

Uma forma de comprar os novos caminhões 100% elétricos é pelo consórcio. A administradora Maggi, parceira da Volkswagen Caminhões e Ônibus, oferece condições facilitadas para aquisição dos modelos e-Delivery, com planos de 80 meses e parcelas a partir de R$ 9.814,35.

O valor dessa prestação é válido para a versão de 11 toneladas com três pacotes de baterias, mas também é possível parcelar as outras três opções (mais detalhes a seguir). “O consórcio responde atualmente por cerca de 5% das vendas de caminhões, mas essa participação tende a subir por causa dos aumentos nas taxas de financiamento por outras modalidades”, afirma Sérgio Pugliese, diretor de Vendas da montadora.

O executivo conta que a opção está atraindo o interesse de pequenas, médias e grandes empresas, que se mostram desde já empenhadas em implementar ações concretas para reduzir a pegada de carbono. E uma forma eficiente para atingir metas como essa é substituir veículos a combustão por elétricos.

Opções para compra

A administradora Maggi formatou um grupo especial para o e-Delivery, com 260 cotas disponíveis. A empresa não cobra juros nem porcentual de adesão. A taxa de administração é de 4% no período, uma condição exclusiva para o e-Delivery e abaixo das praticadas pelo mercado. Há um fundo de reserva de 1%. Todos os meses a Maggi terá um caminhão por sorteio e outro por lance.

O grupo contará com quatro assembleias de até 16 contemplações nos primeiros 24 meses, sempre com a garantia de entrega da Volkswagen Caminhões e Ônibus. A administradora também vai atuar com planos de consórcio para carregadores elétricos. Os equipamentos são produzidos pela multinacional ABB, uma das empresas que desenvolvem e fornecem tecnologia de recarga para o e-Delivery. 

Veja os planos para as quatro opções do caminhão 100% elétrico da Volkswagen (80 meses):

  • e-Delivery 11 t (4×2) com três pacotes de baterias (crédito de R$ 719 mil) – parcelas de R$ 9.814,35; 
  • e-Delivery 11 t (4×2) com seis pacotes de baterias (crédito de R$ 970 mil) – parcelas de R$ 13.240,50;
  • e-Delivery 14 t (6×2) com três pacotes de baterias (crédito de R$ 734 mil) – parcelas de R$ 10.019,10;
  • e-Delivery 14 t (6×2) com seis pacotes de baterias (crédito de R$ 987 mil) – parcelas de R$ 13.472,55.

A aquisição por consórcio tem crescido no País por causa das vantagens que a modalidade oferece. De acordo com a Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios (Abac), a venda de novas cotas para veículos pesados aumentou quase 80% no acumulado do ano (dados de janeiro a agosto) na comparação com igual período de 2020.

E o número de participantes efetivos, aqueles que pagam mensalmente as parcelas de algum veículo pesado, já chegava a quase 440 mil pessoas até agosto deste ano. 

Finame de Baixo Carbono como alternativa

Outra forma de adquirir os caminhões 100% elétricos é a linha de crédito Finame de Baixo Carbono do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “São até 120 meses para pagar, contra 60 meses para os modelos a diesel. Além disso as taxas para o e-Delivery são mais baixas, a partir de 0,88% ao mês, enquanto para uma versão a combustão essa taxa sobe para 1,3% a 1,5% ao mês. E pelo Banco Volkswagen o cliente conta ainda com carência de 12 meses para o e-Delivery”, afirma o vice-presidente e board member para Vendas, Marketing e Serviços da VW Caminhões e Ônibus, Ricardo Alouche.

Em razão dessas vantagens, o executivo acredita que 100% dos e-Delivery vendidos via Finame utilizarão a linha de Baixo Carbono do BNDES. O banco informa que esse modelo pode ser aplicado ao financiamento de até R$ 20 milhões por operação e de até R$ 150 milhões por cliente para aquisição de máquinas e equipamentos que tenham índices de eficiência energética mais altos ou que contribuam para a redução da emissão de gases de efeito estufa. Isso inclui o Volkswagen e-Delivery, primeiro caminhão 100% elétrico desenvolvido e fabricado no País.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login