Royal Enfield Himalayan

Mais Detalhes
Preço a partir de R$ 19.390
Motor um cilindro, gasolina, arrefecido a ar, duas válvulas, 411 cc
Potência 24,5 cv a 6.500 rpm (gasolina)
Alimentação injeção eletrônica
Câmbio cinco marchas
Quadro tubular de aço
Pneu dianteiro 90/90-21
Pneu traseiro 120/90-17
Tanque de gasolina 15,5 litros
Peso 185 kg
Nota 3,8
Custo/benefício 4
Design 4
Consumo 5
Motor 3
Tecnologia 3
Conforto 5
Acabamento 3
Manutenção 4
Revenda 4

Produzida na Índia e montada no Brasil, a Royal Enfield Himalayan é uma opção de moto simples, versátil e confortável. Apesar do aspecto vigoroso, o motor é de 411cc é mecanicamente simples, com potência de 24,5 cv a 6.500 rpm. Sua proposta é robustez e capacidade de enfrentar todo tipo de terreno. Uma espécie de trator sobre duas rodas.

Com estrutura totalmente de aço, sem preocupações com peso, a Royal Enfield Himalayan chega a 185 kg e tem grande altura do banco ao solo (800 mm), limitando o uso por iniciantes de baixa estatura. Por outro lado, as suspensões de curso longo, feitas para fora-de-estrada, estão na medida certa para quem gosta de conforto, inclusive o garupa.

Motor arrefecido a ar da Royal Enfield Himalayan

O conceito de uso misto foi levado muito a sério neste projeto. Feita para enfrentar condições rigorosas de clima e terreno da Índia, ela já vem com pneus apropriados para todo terreno, bagageiro e um pequeno para-brisa. A lista de acessórios para viajantes inclui um tanque de gasolina suplementar.

Nem precisava, porque o tanque de gasolina original tem capacidade para 15,5 litros e o consumo médio fica na faixa de 27 km/l, o que projeta uma autonomia de mais de 400 km. Também pensando nos aventureiros e exploradores, a Royal Enfield Himalayan traz no painel os instrumentos normais como velocímetro, conta-giros, bússola e até um termômetro ambiente. 

O funcionamento do motor arrefecido a ar da Royal Enfield Himalayan, com injeção eletrônica, é um pouco áspero e apresenta vibrações por volta de 4.000 rpm e quinta marcha. É uma moto que merecia um pouco mais de potência e um câmbio de seis marchas, justamente porque concorre com produtos nacionais mais modernos e potentes. A rede de assistência técnica ainda é muito pequena no Brasil.

Mais Detalhes
Preço a partir de R$ 19.390
Motor um cilindro, gasolina, arrefecido a ar, duas válvulas, 411 cc
Potência 24,5 cv a 6.500 rpm (gasolina)
Alimentação injeção eletrônica
Câmbio cinco marchas
Quadro tubular de aço
Pneu dianteiro 90/90-21
Pneu traseiro 120/90-17
Tanque de gasolina 15,5 litros
Peso 185 kg
Nota 3,8
Custo/benefício 4
Design 4
Consumo 5
Motor 3
Tecnologia 3
Conforto 5
Acabamento 3
Manutenção 4
Revenda 4
arrow-right Conforto
arrow-right Suspensão
arrow-right Robustez
arrow-right Peso
arrow-right Câmbio de cinco marchas
arrow-right Acabamento

Quer saber quanto vale sua bike?

Consulte abaixo
Você também pode gostar de: