Honda CBR 650R

Mais Detalhes
Preço a partir de R$ 42.720
Nota 4,1
Custo/benefício 4
Design 5
Consumo 4
Motor 4
Tecnologia 5
Conforto 4
Acabamento 4
Manutenção 3
Revenda 4

A Honda CBR 650R é a porta de entrada para o mundo adulto das motos esportivas. Dotada de motor de quatro cilindros em linha, ela entrega 88,4 cv a 11.500 rpm de forma suave e fácil de gerenciar. Aliás, este é um dos grandes trunfos desta esportiva: a capacidade de retomada de velocidade sem necessidade de reduções frequentes de marcha.

O câmbio de seis marchas da Honda CBR 650R é pouco solicitado, porque o torque de 6,13 kgfm começa a aparecer praticamente na marcha-lenta! Um simples giro do acelerador eletrônico e a moto responde prontamente. Por isso, é uma opção para quem gosta de esportividade, mantendo o conforto respeitado.  

Semiguidões da CBR 650R

A Honda CBR 650R funciona como uma escola para quem vai adquirir sua primeira moto de quatro cilindros. Com esse motor dócil em baixa rotação, mas arisco em alta, o motociclista pode desfrutar de uma pilotagem esportiva em estradas sinuosas e de forma suave e confortável na cidade ou nas longas retas.

À primeira vista, os semiguidões da Honda CBR 650R podem causar uma impressão de desconforto, mas como as pedaleiras são altas e recuadas, o conjunto torna-se agradável mesmo em percursos longos. Também contribui o banco largo e amigável dividido com o garupa.

No campo da tecnologia, a Honda CBR 650R já vem com controle de tração (que pode ser desligado) e suspensão dianteira invertida assimétrica. Freios dianteiros com pinças radiais completam o pacote tecnológico. 

Para quem curte controlar o desempenho, é possível regular a shift-light (luz de advertência de rotação) no painel para fazer as trocas de marcha de maneira mais esportiva ou econômica. A média de consumo vai de 18 a 20 km/l, ótimo número levando-se em conta o tamanho de motor. O tanque de 15,4 litros é suficiente para rodar mais de 300 km. 

Mais Detalhes
Preço a partir de R$ 42.720
Nota 4,1
Custo/benefício 4
Design 5
Consumo 4
Motor 4
Tecnologia 5
Conforto 4
Acabamento 4
Manutenção 3
Revenda 4
arrow-right Acabamento
arrow-right Suspensões
arrow-right Desempenho
arrow-right Valor do seguro
arrow-right Assento duro
arrow-right Custo de manutenção
Notí­cias Relacionadas
Câmbio DCT da Honda: veja como funciona a tecnologia

O câmbio de dupla embreagem, também conhecido pela sigla “DCT”, do inglês Dual Clutch Transmission, promete facilitar a vida dos motociclistas; conheça essa tecnologia

10 dicas para andar de motocicleta no trânsito urbano

Confira o que diz o instrutor de pilotagem da Honda sobre como evitar acidentes e manter a segurança na cidade

Câmbio DCT promete mais curtição e menos distração ao guidão

Transmissão de dupla embreagem da Honda é semelhante à utilizada em carros esportivos da marca, faz trocas automatizadas de marchas e permite que o condutor se concentre na estrada

Honda ADV: aceleramos a nova scooter aventureira; assista

Rodamos com a nova scooter aventureiro da Honda no trânsito urbano, em rodovias e nas estradas de terra; confira como ela se saiu

Dicas para curtir sua primeira viagem de moto

Viajar é bom, mas é preciso se preparar. Confira dicas para uma aventura em duas rodas

Histórias motociclísticas de Ana Pimenta

Em 2018, ela e sua xará Ana Sofia empreenderam uma viagem de 115 dias pelo Brasil e Estados Unidos em cima de uma Harley

Motoboy influencers: conheça os perfis de entregadores que bombam no YouTube

Da profissão perigosa à fama digital, motoboys ganham espaço nas mídias sociais com bom humor aliado à adrenalina das entregas cotidianas

Motocicletas “sem embreagem” são opção para iniciantes

Scooters e motonetas são fáceis de guiar e econômicas; confira dicas e modelos para quem quer começar a se locomover com mais agilidade

Quer saber quanto vale sua bike?

Consulte abaixo
Você também pode gostar de: