Voltar

Yamaha NMax 160

Mais Detalhes
Preço a partir de R$ 13.790
Motor monocilindro, quatro tempos, arrefecido a líquido, 4 válvulas, 155 cc
Potência 15,1 cv a 8.000 rpm
Câmbio automático por polia variável (CVT)
Quadro tubular de aço
Pneu dianteiro 110/70-13
Pneu traseiro 130/70-13
Tanque de gasolina 6,6 litros
Peso 120 kg

Uma das marcas pioneiras em introduzir os scooters no Brasil, a Yamaha apresentou um dos modelos de grande sucesso, a Yamaha NMax 160. Com desenho muito atual, ela concorre diretamente com Honda PCX 150. Sua principal característica é o motor moderno, de um cilindro,  quatro tempos, quatro válvulas, de exatos 155,09 cm3 e capaz de desenvolver 15,1 cv a 8.000 rpm. Se esses números não significam nada, melhor revelar como é na prática.

Teoricamente, motores de quatro válvulas são mais eficientes em alta rotação, o que não combina com uso urbano, principal cenário dos scooters. Mas a Yamaha lançou mão da tecnologia para adotar um comando de válvulas variável. Mais comum nos carros, esse comando permite que a Yamaha NMax 160 tenha bom desempenho em todo arco de rotações, além de economizar gasolina. De fato, é o scooter mais econômico da categoria, passando fácil dos 35 km/litro.

Rodas de 13 polegadas na NMax 160

Além de um produto com tecnologia, o Yamaha NMax 160 fez sucesso nos mercados europeus pelas dimensões compactas (peso de 120 kg) e baixo (765 mm de altura do banco ao solo), que agradou iniciantes e o público feminino, responsável por quase 50% das compras de scooters. Também tem linhas modernas e esportivas e o painel traz uma espécie de “econômetro”, que indica se o piloto está economizando ou gastando mais gasolina. 

A Yamaha optou por rodas de 13 polegadas na NMax 160, porém, com pneus de perfil mais alto, resultando num perímetro praticamente igual ao do concorrente PCX. A escolha dos pneus indianos IRC causou polêmica entre os usuários. Por ter um composto mais duro, os pneus têm vida útil maior, mas sua aderência é comprometida no molhado. Para compensar, ela conta com freios a disco com ABS nas duas rodas, o que dá segurança nas frenagens, especialmente no piso molhado.

Oferecida em versão única, ela custa R$ 13.790 e é vendida em três opções de cores: branco, preto e vermelho. 

Mais Detalhes
Preço a partir de R$ 13.790
Motor monocilindro, quatro tempos, arrefecido a líquido, 4 válvulas, 155 cc
Potência 15,1 cv a 8.000 rpm
Câmbio automático por polia variável (CVT)
Quadro tubular de aço
Pneu dianteiro 110/70-13
Pneu traseiro 130/70-13
Tanque de gasolina 6,6 litros
Peso 120 kg
arrow-right Motor
arrow-right Estilo
arrow-right Freios
arrow-right Baixa liquidez
arrow-right Pneus
arrow-right Falta tomada 12V
Não há notícias relacionadas por enquanto.
Você também pode gostar de: